Gerenciamento de Resíduos Sólidos Urbanos Domiciliares: Análise do Atual Cenário no Município de Florianópolis

Diego de Campos Domingos, Sérgio Luis Boeira

Resumo


As inovações e o rápido desenvolvimento econômico têm tornado o ciclo de vida útil dos produtos cada vez menor, aumentando a quantidade de bens de pós-consumo que são lançados na natureza. A Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) do Brasil tem como objetivo promover a gestão integrada e o gerenciamento dos resíduos sólidos e, assim, assegurar um destino final ambientalmente adequado aos bens produzidos e que se encontram no final de sua vida útil. Nesse contexto, o artigo tem como objetivo analisar o atual cenário do gerenciamento de resíduos sólidos urbanos domiciliares no município de Florianópolis. A pesquisa foi realizada, principalmente, na empresa Companhia Melhoramentos da Capital (COMCAP) e caracteriza-se como estudo de caso qualitativo, com ênfase na descrição. Os dados primários foram coletados por meio de entrevistas. As entrevistas foram realizadas com quatro representantes da empresa e um representante da sociedade civil. Com base nos dados obtidos observou-se que, apesar de atender a mais de 90% da população, é pouco eficiente, já que as taxas de reciclagem são baixas. Além disso, há poucas opções para tratamento e destinação final dos resíduos e a estrutura operacional, de acordo com o referencial teórico adotado, apresenta deficiências.


Palavras-chave


política nacional de resíduos sólidos, gerenciamento de resíduos sólidos, resíduos sólidos domiciliares

Referências


Aquino, I. F. de. (2007). Proposição de uma rede de associações de catadores na região da grande Florianópolis: alternativa de agregação de valor aos materiais recicláveis. Dissertação de mestrado, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, SC, Brasil.

Bidone, F.; Povinelli, J. (1999). Conceitos básicos de resíduos sólidos. São Carlos: EESC/USP.

Companhia Melhoramentos da Capital. (2002). Caracterização física dos resíduos sólidos urbanos de Florianópolis. Recuperado em 9 abril, 2014, de http://www.pmf.sc.gov.br/arquivos/arquivos/pdf/04_12_2009_16.43.20.3c8dbbc3ec4faf520fb12678faea9be3.pdf.

Companhia Melhoramentos da Capital. (2011). Relatório Anual 2011. Recuperado em 29 março, 2014, de http://www.pmf.sc.gov.br/entidades/comcap/index.php?pagina=govgestao&menu=2.

Companhia Melhoramentos da Capital. (2012). Relatório Anual 2012. Recuperado em 29 março, 2014, de http://www.pmf.sc.gov.br/entidades/comcap/index.php?pagina=govgestao&menu=2.

Companhia Melhoramentos da Capital. (2013). Relatório Anual 2013. Recuperado em 29 março, 2014, de http://www.pmf.sc.gov.br/entidades/comcap/index.php?pagina=govgestao&menu=2.

Companhia Melhoramentos da Capital. (2014). Relatório Anual 2014. Recuperado em 2 fevereiro, 2015, de http://www.pmf.sc.gov.br/entidades/comcap/index.php?pagina=govgestao&menu=2.

Conselho Nacional do Meio Ambiente [CONAMA] (2011). Resolução 275.

Consoni, A. J.; Silva, I. C., & Gimenez Filho, A. (2000). Disposição final do lixo. In: D’Almeida, M. L. O., & Vilhena, A. (Coord.). Lixo municipal: manual de gerenciamento integrado (pp. 251-291). São Paulo: Cempre.

Cunha, V., & Caixeta Filho. (2002). Gerenciamento da coleta de resíduos sólidos urbanos: estruturação e aplicação de modelo não linear de programação por metas. Revista Gestão e Produção, 9 (2), 143-161. Recuperado em 29 novembro, 2013, de http://www.scielo.br/pdf/gp/v9n2/a04v09n2.pdf.

Grimberg, E., Blauth, P. (1998). Coleta Seletiva. Reciclando Materiais, Reciclando Valores. Revista Pólis, 31, 103 p., 1998. Recuperado em 21 outubro, 2013, de http://www.lixoecidadania.org.br/lixoecidadania/Files/m_coletaSeletiva/Coleta%20Seletiva.doc.

Instituto Brasileiro de Administração Municipal. (2003). O cenário dos resíduos sólidos no Brasil. Recuperado em 24 novembro, 2012, de http://www.ibam.org.br/publique/media/Boletim1a.pdf.

Instituto de Pesquisas Tecnológicas. (2000). Lixo Municipal: manual de gerenciamento integrado. São Paulo: Cempre.

Jardim, A.; Yoshida, C., & Machado Filho, J. V. (2012). Política Nacional, gestão e gerenciamento de resíduos sólidos. Barueri: Ed. Manole.

Lei no 12.305, de 2 de agosto de 2010 (2010). Dispõe sobre a Política Nacional de Resíduos Sólidos. Diário Oficial da União, DF: Presidência da República.

Leite, P. R. (2003). Logística reversa: meio ambiente e competitividade. São Paulo: Prentice Hall.

Lima, J. D. (2001). Gestão de resíduos sólidos urbanos no Brasil. Campina Grande: ABES.

Lopes, W. C. (2013). Dados_COMCAP.[mensagem pessoal] Mensagem recebida por: .

Marchese, L. Q.; Konrad, O., & Calderan, T. B. (2011). Logística reversa e educação ambiental contribuindo para a implantação da Política Nacional de Resíduos Sólidos. Caderno Pedagógico, 8 (2), 83-96. Recuperado em 12 março, 2013, de http://www.univates.br/revistas/index.php/cadped/article/viewArticle/133.

Oliveira, E. C.; Rizzo, M. R. (2012) O lixo como questão estratégica. Recuperado em 19 novembro, 2012, de http://. www.ambientebrasil.com.br.

Pereira, A. L.; Boechat, C. B.; Tadeu, H. F. B.; Silva, J. T. M. & Campos, P. M. S. (2012). Logística Reversa e Sustentabilidade. São Paulo: Cengage Learning.

Resolução no 275, de 25 de abril de 2001. Estabelece o código de cores para os diferentes tipos de resíduos, a ser adotado na identificação de coletores e transportadores, bem como nas campanhas informativas para a coleta seletiva. Diário Oficial da União, DF: Conselho Nacional do Meio Ambiente [Conama].

Roth, B. W.; Isaia, E. M. B. I., & Isaia, T. (1999). Destinação final dos resíduos sólidos urbanos. Ciência e Ambiente, (18), 25-40. Recuperado em 12 fevereiro, 2013, de http://www.bvsde.paho.org/bvsacd/cd29/manualrs/manualrs.htm.

Schalch, V.; Leite, W. C. de A.; Fernandes Júnior, J. L., & Castro, M. C. A. de. (2002). Gestão e gerenciamento de resíduos sólidos. São Carlos: UFScar.

Torres, C. A. L., & Ferraresi, G. N. Logística Reversa de Produtos Eletroeletrônicos. RevInter Revista Intertox de Toxicologia, Risco Ambiental e Sociedade, 5 (2), 159-210.

Triviños, A. N. S. (2006). Introdução à pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação (1. ed. 14. Reimp). São Paulo: Atlas.

Vergara, S. C. (2007). Projetos e relatórios de pesquisa em administração. (9 ed.) São Paulo: Atlas.


Texto completo: PDF



Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

Rev. Gest. Ambient. Sustentabilidade, São Paulo, SP, Brasil. e-ISSN: 2316-9834

Rua Vergueiro, 235/249 - Liberdade, São Paulo - SP (Brasil), Cep: 01504-000