Avaliação de Sustentabilidade: Eficiência Energética em Edifícios de uma Universidade Comunitária

Stephane Louise Bocasanta, Emanuele Engelage, Elisete Dahmer Pfitscher, Altair Borgert

Resumo


Esta pesquisa tem como objetivo analisar o grau de sustentabilidade de um edifício em uma universidade comunitária (objeto de análise), direcionando-se à sua eficiência energética. Portanto, visa contribuir para a literatura, ao dar base para a aplicação do sistema SICOGEA em outros edifícios e contribuir para a consolidação de um sistema de gestão ambiental eficaz e consistente. A pesquisa pode ser classificada quanto aos procedimentos técnicos como estudo de caso. Referente aos objetivos é descritiva, com abordagem qualitativa. Para a fundamentação da pesquisa, utilizou-se da literatura referente à gestão ambiental e avaliação da sustentabilidade de edifícios. Quanto aos resultados encontrados, o índice global de sustentabilidade da universidade foi de 48%, o que pode ser considerado regular, ou seja, que visa atender somente à legislação. Por isso, acredita-se que a instituição pode realizar melhorias com vistas a alcançar um índice mais eficiente. Ao levar em consideração os itens deficitários, sugerem-se as seguintes ações: introduzir licitação sustentável; empenhar-se para a obtenção de selos e certificações; buscar evitar multas e indenizações ambientais; e aplicar auditoria ambiental. Entretanto, esclarece-se que essas são sugestões que devem ser levadas em consideração juntamente com questões financeiras e dentro do planejamento da instituição. A análise de sua sustentabilidade financeira foi considerada boa e idealiza-se que permaneça.

Palavras-chave


Avaliação de Sustentabilidade; Eficiência Energética; Edifícios; Universidade Comunitária.

Referências


Arantes, A. F.; Jabbour, A. B. L. De S.; & Jabbour, C. J. C. Adoção de práticas de Green Supply Chain Management: mecanismos de indução e a importância das empresas focais. Production, v. 24, n. 4, p. 725-734, 2014.

Basu, R. J.; Bai, R.; & Palaniappan, P. L. K. A strategic approach to improve sustainability in transportation service procurement. Transportation Research Part E: Logistics and Transportation Review, v. 74, pp. 152-168, 2014.

Bocasanta, Stephane L.; & Pfitscher, Elisete D. Universidade Sustentável: Análise Internacional sobre a Temática na Literatura Científica. Revista Ibero-americana de Ciências Ambientais, v. 8, n. 3, pp.1-20, Aracaju, dez. 2016.

Casals, X. G. Analysis of building energy regulation and certification in Europe: Their role, limitations and differences. Energy and Buildings, v. 38, n. 5, pp. 381-392, 2006.

Castro-Lacouture, D.; Sefair, J. A.; Flórez, L.; & Medaglia, A. L. Optimization model for the selection of materials using a LEED-based green building rating system in Colombia. Building and Environment, v. 44, n. 6, pp. 1162-1170, 2009.

Clock, M.; Batiz, E. C.; & Duarte, P. C. Redução do impacto ambiental e recuperação de custos por meio da Logística Reversa: estudo de caso em empresa de distribuição elétrica. Revista Eletrônica Produção em Foco, v. 1, n. 1, 2011.

Costa, C. A. G. Da. Contabilidade ambiental: mensuração, evidenciação e transparência. São Paulo: Atlas, 2012.

Silveira, M. L. G. da; & Pfitscher, E. D. Sustentabilidade Ambiental Analisada da Parte de uma Empresa do Setor Elétrico. Revista em Agronegócio e Meio Ambiente, v. 5, n. 1, 2011.

Dall’O’, G.; Speccher, A.; & Bruni, E. The Green Energy Audit, a new procedure for the sustainable auditing of existing buildings integrated with the LEED Protocols. Sustainable Cities And Society, v. 3, pp. 54-65, 2012.

Ferrer-Balas, D.; Adachi, J.; Banas, S.; Davidson, C. I.; Hoshikoshi, A.; Mishra, A.; Motodoa, Y.; Onga, M.; & Ostwald, M. An international comparative analysis of sustainability transformation across seven universities. Int. J. of Sus. in Higher Ed., [s.l.], v. 9, n. 3, pp. 295-316, 11 jul. 2008. Emerald.

Fillol, A. G.; Rosa, F. S.; Lunkes, R. J.; Feliu, V. M. R.; & Soler, C. C. Sustentabilidade ambiental: um estudo na autoridade portuária de Valencia, Espanha. Revista de Gestão, Finanças e Contabilidade, v. 2, n. 1, p. 2, 2012.

Jeurissen, R. Cannibals with forks: The triple bottom line of 21st century business. Journal of Business Ethics, v. 23, n. 2, pp. 229-231, 2000.

Marconi, M. de A.; & Lakatos, E. M. Fundamentos de metodologia científica. 7. ed. São Paulo: Atlas, 2010.

Ministério do Meio Ambiente (MMA). Cartilha de Construções Sustentáveis. Disponível em: . Acesso em: 28 mar. 2016.

Nejati, M.; & Nejati, M. Assessment of sustainable university factors from the perspective of university students. Journal of Cleaner Production, [s.l.], v. 48, pp. 101-107, jun. 2013. Elsevier BV.

Pitt, M.; Tucker, M.; Riley, M.; & Longden, J. Towards sustainable construction: promotion and best practices. Construction Innovation: Information, Process, Management, v. 9, n. 2, pp. 201-224, 2009.

Pfitscher, E. D. Avaliação de Sustentabilidade: evolução de um sistema de gestão ambiental. Curitiba: Appris, 2014.

Rech, M.; Machado, D. G.; Reckziegel, V.; & Souza, M. A. Práticas de sustentabilidade voltadas à green logistic: um estudo multicaso em empresas de cosméticos atuantes no Brasil. In: Simpósio Internacional de Gestão de Projetos, Inovação e Sustentabilidade. Anais... IV SINGEP, São Paulo, 08, 09 e 10 de nov. 2015.

Ribeiro, R. B.; & Santos, E. L. Análise das práticas estratégicas da logística verde no gerenciamento da cadeia de suprimentos. Revista de Administração da Fatea, v. 5, n. 5, pp. 20-40, 2012.

Richardson, R. J. Pesquisa social: métodos e técnicas. 3 ed. São Paulo: Atlas, 2014.

Rosa-Castro, R. De M.; Júnior, E. M.; & Marques, E. M. R. Universidades Comunitárias: características e desafios. In: Seminários Internacional de Educação Superior. Anais... UNISO, out. 2014.

Souza, V. D. de. Sustentabilidade Ambiental: Estudo em uma Instituição de Ensino Público no Oeste Catarinense. 2011. 76 f. Monografia (Especialização) – Curso de Ciências Contábeis, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2011.

Tan, H.; Chen, S.; Shi, Q.; & Wang, L. Development of green campus in China. Journal of Cleaner Production, [s.l.], v. 64, pp. 646-653, fev. 2014. Elsevier BV.

Tinoco, J. E. P.; & Kraemer, M. E. P. Contabilidade e gestão ambiental. São Paulo: Atlas, 2011.

Ulhmann, V. O. Contribuições ao desenvolvimento do Sistema Contábil Gerencial Ambiental – Geração 2: Proposição da terceira geração do método. 2011. 113f. Dissertação (Mestrado em Contabilidade), Programa de Pós-Graduação em Contabilidade, Universidade de Santa Catarina, Florianópolis, 2011.

Van Bellen, H. M. Indicadores de sustentabilidade: uma análise comparativa. Rio de Janeiro: FGV Editora, 2005.

Velazquez, L.; Munguia, N.; Platt, A.; & Taddei, J. Sustainable university: what can be the matter? Journal of Cleaner Production, [s.l.], v. 14, n. 9-11, pp. 810-819, jan. 2006. Elsevier BV.

Zhao, Wanxia; & Zou, Yonghua. Green university initiatives in China: a case of Tsinghua University. Int. J. of Sus. in Higher Ed., [s.l.], v. 16, n. 4, pp. 491-506, 6 jul. 2015. Emerald.


Texto completo: PDF



Rev. Gest. Ambient. Sustentabilidade, São Paulo, SP, Brasil. e-ISSN: 2316-9834

Rua Vergueiro, 235/249 - Liberdade, São Paulo - SP (Brasil), Cep: 01504-000

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional